HDD vs SSD vs NVMe SATA M.2.

Com a evolução constante da tecnologia sempre surgem produtos mais atualizados, e isso não seria diferente com os discos de armazenamento. Por muito tempo foi utilizado o HD, até que surgiu o SSD como substituto. No entanto, já existem drives mais rápidos que os HDDs tradicionais, como o SSD e NVMe SATA M.2.. Se você busca por mais velocidade e desempenho provavelmente está analisando qual disco é o melhor para o seu negócio.

Por isso, realizamos um teste entre os discos NVMe, SSD e HDD. Quer saber qual o melhor? Continue acompanhando a leitura!

SATA (hd tradicional)

Apesar de outros formatos mais modernos serem relativamente populares, os HDDs que utilizam o SATA ainda permanece como uma opção clássica para máquinas mais básicas. Esse modelo apresenta certas limitações para as velocidades deste padrão, alcançando aproximadamente 550 MB/s de leitura e escrita. E trabalhando de forma mecânica,

SSD

SSDs (Solid State Drives) foram os substitutos dos HDDs (Hard Disk Drive), mais conhecidos como discos rígidos por ser de três até 10 vezes mais ráṕido que um disco rígido de boa qualidade. Eles acessam arquivos mais rapidamente, gerando uma latência menor e otimizam o tempo de carregamento. Isso inclui a abertura do navegador até a inicialização do sistema operacional, seja ele Linux, macOS ou Windows. Os SSDs trabalham velocidades superiores a 500 MB/s.

Não é novidade para ninguém que os SSDs são mais rápidos do que os discos rígidos comuns. Afinal, não contam com partes móveis, mas, sim, com memória flash, o que por si só já oferece ganhos consideráveis de performance. A máquina fica perceptivelmente mais rápida, mas não apenas pela velocidade de leitura e escrita sequencial. O benefício ocorre também pelo acesso aleatório, ponto que os HDs convencionais não têm como competir.

Quem já fez o upgrade de um HD para um SSD deve ter reparado que o conector é o mesmo, na maioria dos casos. Trata-se do SATA, que serve tanto para um quanto para outro. Mas há SSDs mais novos, já trabalhando com protocolos diferentes. Estes são comumente conhecidos como SATA M.2. Quais benefícios eles oferecem em relação ao SATA convencional? É o que vamos entender nas próximas linhas.

NVMe – SATA M.2.

Assim como os SSDs tradicionais, os discos NVMe (Non-Volatile Memory Express) são baseados na memória Flash NAND. Por estarem diretamente atachados no barramento PCI Express (PCIe), usado anteriormente por outros dispositivos como placas gráficas, os discos NVMe não são afetados pelos gargalos da interface SATA. Os seus benefícios são:

Velocidade

A conexão PCIe x8 oferece desempenho de leitura / gravação e largura de banda maiores.

Capacidade

A capacidade de armazenamento dos discos NVMe disponíveis ate 9.6 TB.

HDD vs SSD vs NVMe

Como você pode perceber, o disco NVMe garante uma grande vantagem em comparação ao seus dois concorrentes. Isso acontece tanto em quesitos de velocidade, quanto de latência. Com desempenho até 6x melhor em comparação os discos SSDs clássicos, o NVMe está se tornando o novo benchmark para armazenamento rápido.

Enquanto uma conexão SATA III oferece uma velocidade máxima de até 750 MBps, o barramento PCI Express oferece velocidades de até 985 MBps. Os discos NVMe usam 8 caminhos PCI Express para comunicação ou até 2.8 GBps de velocidade de leitura. O PCI Express fornece um aumento significativo no desempenho de leitura / gravação e, portanto, no número de operações de leitura / gravação por segundo (IOPS).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Posts Recentes